Gostaria de Agendar uma consulta médica?

Ou pelo contato: (41) 9.8836-2423

O hipotireoidismo é uma disfunção hormonal muito comum nos dias de hoje. Muitas pessoas sofrem desse mal e não sabem disso. Existem várias maneiras de identificar esse problema de saúde. A maneira mais simples, porém mais fidedigna é olhas os principais sintomas:

• Fadiga e Cansaço.
• Fraqueza muscular.
• Ganho de peso.
• Pele seca.
• Queda de cabelos.
• Intestino lento.
• Memória e raciocínio lento.

Se você apresenta esses sintomas, muito provavelmente possui algum grau de disfunção na sua tireoide. Mesmo que seus exames de sangue estejam normais, de longe eles não conseguem avaliar todo o espectro da normalidade da sua tireoide.

O que eu quero apresentar para você é o podemos chamar de tratamento mais próximo do completo para a sua tireoide. Digo o mais próximo, pois as pessoas são diferentes umas das outras. O que vai funcionar para uma não necessariamente vai funcionar para a outra.

O Tratamento sempre precisa ser individualizado.

Mas, no geral, os princípios que quero expor aqui servem para a grande maioria das pessoas.

O tratamento da tireoide é muito mais do que simplesmente tomar Puran T4 ou Synthroid ou Levoid. Esses são apenas substâncias pré-hormonais. Essas substâncias precisam passar por um complexo sistema que para modificar esse pré-hormônio no real hormônio ativo, chamado Tri-iodotironina (também chamado de T3).

Para isso, você pode tomar 5 atitudes importantes para a saúde da sua tireoide.

PASSO 01 – REMOVER

É preciso remover substâncias toxicas para a saúde tireoidiana.

O primeiro grupo que você precisa remover do seu dia a dia são os halógenos. Esse grupo é constituído pelo Flúor, Cloro e Bromo. Essas substâncias literalmente entopem as vias metabólicas da sua tireoide.

Onde eles são abundantemente encontrados? O flúor é encontrado nos cremes e enxaguante bucal. O Cloro é encontrado na água da torneira. E o Bromo é encontrado nas farinhas enriquecidas com brometos.

Por isso é importante substituir o creme dentais para aqueles que não contenham flúor. A água de torneira passa a ser dispensável, sendo substituída pela água filtrada ou água mineral. As farinhas devem ser as mais integrais e naturais (sem serem enriquecidas com brometos).

Outros alimentos que fazem mal à tireoide são glúten e leite. Essas substâncias basicamente compõe a base da alimentação ocidental. Mas, mesmo assim, elas são deletérias para a saúde tireoidiana. Se você quer ter saúde plena na sua tireoide, esses pseudoalimentos devem ser retirados (ou pelo menos reduzidos) do consumo diário.

PASSO 02 – CONVERTER T4 EM T3

Como eu disse anteriormente, os remédios convencionalmente prescritos são os Pré-hormônios tireoidianos (também chamados de T4). Eles não exercem função metabólica no seu organismo. Ele precisa ser convertido (mudado) para o hormônio ativo, chamado T3.

Para que isso aconteça, o organismo humano precisa conter alguns nutrientes (minerais) indispensáveis, sem os quais essa conversão não acontece. São eles:
• Selênio
• Zinco
• Ferro
• Magnésio
A Suplementação desses minerais, nas suas várias formas e dosagens (individualizadas de acordo com cada pessoa), se torna indispensável para um tratamento tireoidiano adequado.

PASSO 03 – SUPLEMENTAR T3

Infelizmente, na medicina praticada aqui no Brasil, ainda não é convencional a prescrição do hormônio tireoidiano ativo T3. Já em outros países, o convencional é a prescrição tanto do pré-hormônio quanto do T3.

Mas, por que uma pessoa deve usar T3 sendo que a suplementação dos minerias acima ajudam na conversão de T4 em T3?

Muitas vezes, o corpo demora para melhorar essa conversão. Pode demorar vários meses à alguns anos. Nesse meio tempo, para que você não continue sofrendo com os sintomas típicos da disfunção tireoidiana, o ideal é tomar esse hormônio.

No gráfico abaixo, podemos ver que as pessoas que usam tanto T4 quanto T3 (nas colunas em azul) tem melhora mais significativa do que as pessoa que usam somente T4 (colunas em verde).

PASSO 04 - OUTROS NUTRIENTES

Existem ainda outros nutrientes que podem ajudar no bom funcionamento da tireoide.

O iodo é um mineral indispensável para a produção dos hormônios tireoidianos. Quando falamos do pré-hormônio T4 e do hormônio T3, estamos falando de uma molécula que contém respectivamente 4 e 3 átomos de iodo.

Ou seja, sem a suplementação de iodo, o seu corpo não terá disponível a matéria-prima necessária para a produção dos hormônios.

Outro mineral indispensável para que o corpo utilize o hormônio T3 é o magnésio. Há várias formas de magnésio disponível nas farmácias e lojas de suplementos. Praticamente todas essas formas ajudam o seu corpo a utilizar o hormônio T3. Por isso, veja com o seu médico qual o melhor magnésio para você.

Se você tem hipotireoidismo de Hashimoto, também é importante utilizar Vitamina B2 e Vitamina B3. Elas são importantes para ajudar a produzir mais enzimas que ajudam a tireoide a produzir hormônio tireoidiano.

PASSO 05 – TRATAMENTO AUTOIMUNE PARA HASHIMOTO

Para quem tem Hashimoto é preciso tratar a doença autoimune na sua causa: reduzir as respostas autoimunes.

Para isso você pode lançar mão do uso de Vitamina D3 em dose mais elevada, também conhecido como Protocolo Coimbra. Esse médico desenvolveu um protocolo de tratamento para reação autoimunes a partir de megadoses de Vitamina D3. Esse tratamento pode causar efeitos colaterais, por isso caso você deve procurar um médico para fazer essa terapia.

Todas as pessoas que contém algum tipo de problema imunológico precisam cuidar muito do intestino. O intestino contém mais de 80% das células do sistema imune. Ou seja, para que essas células reduzam a reação autoimune, o intestino precisa estar saudável.

Para isso, podemos dizer que intestino saudável leva a saúde imunológica (e tratamento do hipotireoidismo de Hashimoto). Já o contrário também é verdade, intestino não saudável leva à problemas de saúde.

Para isso, uma maneira muito simples é suplementar probioticos e glutamina. Os probioticos são bactérias benéficas e indispensáveis para o bom funcionamento do intestino. Já a glutamina é um nutriente importante para as células intestinais.

CONCLUSÃO

Com essas terapias, é muito provável que você consiga melhorar a saúde da sua tireoide e dessa forma reduzir ou até mesmo acabar com o sofrimento que a tireoide disfuncional pode estar causando em você.

Gostaria de Agendar consulta médica?

Ou pelo contato: (41) 9.8836-2423